1 - 9 de 10 artigos

Ana Marujo

Nasci em 1982, a 4ª filha de 6 irmãos. Natural de Sobrado, Valongo. Sou escriturária de profissão.

Somos uma família católica e, os meus pais, sempre nos guiaram no caminho de seguir Jesus, frequentando a catequese e a Eucaristia.

Desde cedo quis ser catequista e quando terminei o percurso catequético, fui catequista. Hoje ainda sou, para além de participar noutros grupos paroquiais.

Sempre tive vontade de partir em missão, muitas vezes o medo ou a insegurança, fizeram me recuar. Não sou pessoa de ter coragem, de dar o primeiro passo. Mas, sempre que via reportagens ou artigos sobre pessoas que partiam em missão, o meu coração “contorcia-se”. Eu sabia que tinha que ir. Em 2017 surgiu a oportunidade de embarcar numa missão para o Uganda e depois em 2018 para Moçambique.

Nestas experiências percebi e aprendi, que sou mais feliz quando faço os outros felizes. Que com pouco posso fazer muito. Não existem barreiras que nos dividam com ninguém.

Ali aprendi quem é o meu próximo! Se o podia ter descoberto aqui na minha paróquia? Claro que sim. Mas estas missões servem para sairmos de nós mesmos e sentirmos a necessidade de ir ao encontro do outro. Num contexto social diferente os nossos olhos “transformam-se” e aprendemos a ver doutra forma.

Posso dizer que fui muito feliz!

Tempo de Leitura: 2

Quaresma – Subir à montanha

22 fevereiro 2021  •  Leitura: 2

Neste tempo santo da Quaresma, somos chamados a ir mais além. A ver além daquilo que é visível aos olhos do Homem.

22 fevereiro 2021

Tempo de Leitura: 3

Ai de mim….

8 fevereiro 2021  •  Leitura: 3

São Paulo vê na evangelização uma obrigação. Podemos nos perguntar, “mas anunciar o Evangelho não é uma ação livre, mas uma obrigação?”. Quando ele diz “Ai de mim, se não evangelizar”, não devemos pensar que se, não o fizer, será punido, mas que, o Amor que ele sente por Jesus e pela sua missão, não

8 fevereiro 2021

Tempo de Leitura: 2

«Vinde ver»

18 janeiro 2021  •  Leitura: 2

Depois dos discípulos de João, perguntarem onde Jesus morava, ele responde com um simples “vinde ver”. Apesar de ser uma simples expressão, tem um significado muito grande. Jesus convida-os a ir e ver. Só adere a seguir Jesus, quem vai e vê. Porque depois de conhecerem o Messias, já nada mais os faz

18 janeiro 2021

Tempo de Leitura: 2

Colocar-se a caminho

6 janeiro 2021  •  Leitura: 2

Toda a nossa vida se resume num “colocar-se a caminho”! Quando somos crianças, precisamos da ajuda dos adultos para nos indicar por onde devemos ir, em adultos somos nós que escolhemos os nossos próprios caminhos. Todo o caminho que percorremos tem um fim, um objetivo ou uma meta e quando o alcançam

6 janeiro 2021

Tempo de Leitura: 2

«Faça-se em mim, segundo a tua palavra»

21 dezembro 2020  •  Leitura: 2

Maria, recebeu e aceitou o convite de Deus para ser a mãe de Jesus. Era uma jovem, provavelmente com muitos sonhos e desejos futuros, nunca na cabeça lhe passou que um dia, iria ser a escolhida para trazer ao mundo, o Salvador. No momento em que ela disse “sim”, assumiu o maior e melhor compromisso

21 dezembro 2020

Tempo de Leitura: 2

Ser fermento

7 dezembro 2020  •  Leitura: 2

O Papa Francisco desafiou os jovens a não terem medo de sujar as mãos e de serem fermento, neste mundo.

7 dezembro 2020

Tempo de Leitura: 2

Sentados à direita

23 novembro 2020  •  Leitura: 2

Jesus, Rei do Universo, ao longo da nossa vida, vai-nos desafiando e, ao mesmo tempo, mostrando onde devemos estar. Tudo devemos fazer para que, no dia em que o Filho do Homem vier, estejamos sentados à direita do Rei.

23 novembro 2020

Tempo de Leitura: 4

Estar preparado e vigilante

9 novembro 2020  •  Leitura: 4

Há alturas da vida em que somos confrontados com tomadas de decisões importantes. Seja qual o curso que queremos tirar, seja uma decisão em relação a uma oferta de emprego, na decisão de comprar um carro ou até uma casa, tudo isto são provas à nossa capacidade de decisão e de conhecimento de causa.

9 novembro 2020

Tempo de Leitura: 3

Amor ao próximo

26 outubro 2020  •  Leitura: 3

Quem é o meu próximo? Muitas vezes me questionei sobre a importância de saber quem é e de que forma o posso amar. Jesus diz-nos que devemos Amar a Deus e ao próximo, como a nós mesmos.  Nisso que se resume o mandamento da Lei. Parece simples, até porque as palavras são simples e concisas. Apesar dis

26 outubro 2020

    Subscrever Newsletter

    Receba os artigos no seu e-mail