Jesus, dentro ou fora da norma?

Crónicas 7 outubro 2022  •  Tempo de Leitura: 2

Jesus não seguia a norma. Jesus, no Seu tempo e para o Seu tempo, era desviante. A forma como apresentava Deus, como se relacionava com os outros e como desafiava autoridade, fazia de Si alguém que rompia com todos os parâmetros sociais daquele tempo e cultura.

 

Jesus não o fazia para chamar à atenção. Jesus fazia-O porque era, efetivamente, inovador. E sabia que trazia consigo uma mensagem muito maior do que as normas vigentes. Jesus desviava-se da norma, não para Se destacar, mas para transmitir a mensagem do Seu Pai.

 

Jesus provocava fariseus. Jesus desafiava os doutores da Lei. Jesus chicoteava e expulsava homens e mulheres do templo. Jesus acolhia últimos e renegados da sociedade. Jesus fazia tudo ao contrário, mas nunca deixava de apresentar um Deus Pai com entranhas de Mãe.

 

E hoje? Quantos não renegamos na nossa Igreja por terem uma forma diferente de viver a vida? Quantos não renegamos por se preocuparem e defenderem outras causas? Quantos não renegamos por vivenciarem e experienciarem a fé de um outro jeito? Quantos não renegamos por terem um estilo de vida diferente da norma?

 

Se Aquele em que acreditamos, no Seu tempo, era visto como alguém que fugia da norma, porque não havemos de ter maior cuidado para receber aqueles que são colocados à margem da nossa sociedade? Se Aquele em que acreditamos era tão fora da linha, porque não havemos de ter as portas abertas para todos e todas?

 

Não sei como Jesus atuaria hoje, nem muito menos o que diria, mas cada vez que caminho na Sua direção e me relaciono com a Sua Palavra e com os Seus gestos, fico com maior certeza que na nossa Igreja cabiam mais, muitos mais.

 

Jesus não seguia a norma, seguia O Pai. Façamos o mesmo: sigamo-Lo, imitemo-Lo e construíremos, finalmente, o Seu amor.

Nasceu em 1994. É estudante do Mestrado Integrado em Psicologia na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. É acólito e catequista. Adora pensar e pôr os outros a pensar. “Porque nem tudo faz sentido...” é o nome do seu blog e da sua primeira obra literária lançada em 2014. Desbrava um caminho de encontro consigo mesmo, com o outro e com Deus. “Minh'alma anseia por mais de Ti. Meu coração só deseja a Ti. Lembro do dia em que Te conheci. A minha vida mudou. A minha vida mudou.”.

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail