Sonhar para recomeçar!

Crónicas 31 dezembro 2021  •  Tempo de Leitura: 2

A viragem do ano enche-nos sempre de alegria e de esperança. Saber que chegamos ao fim de mais um ano e que um novo virá cria em nós a sede de podermos ser mais. De podermos recomeçar.

 

E esta também deveria ser a nossa postura no dia a dia. A de querermos sempre recomeçar. Nunca estamos inteiramente terminados para que não possamos recomeçar.

 

E esta forma de estar na vida é plenamente cristã. A fé em Jesus Cristo dá-nos a certeza de que não há nada na nossa vida ou na nossa história que esteja efetivamente morto. Tudo em nós pode renascer. Tudo em nós pode ganhar vida e cor tal como no momento em que nos preparamos para abrir as garrafas de champanhe e para bater com os tachos e as panelas (acredito que no Céu Jesus Cristo faça o mesmo todas as vezes decidimos dar uma nova oportunidade à vida, a nós e ao amor).

 

Recomeçar é esta tremenda coragem de permitirmos que a nossa vida seja preenchida por sonhos. E não há nada mais dinamizador que os sonhos. São eles que nos elevam para a autenticidade e para a plenitude da vivência.

 

São os sonhos que nos ajudam a travessar as nossas noites dando-nos a certeza de que haverá sempre um novo amanhã. Mesmo que às vezes surja no meio de um intenso nevoeiro (ou até com alguma ressaca como aquelas que às vezes temos na passagem de ano).

 

A viragem do ano é uma metáfora nas nossas vidas e para as nossas vidas. E termos consciência disso poderá dar-nos a motivação suficiente para durante todo o ano conseguirmos caminhar com o mesmo vigor.

 

Precisamos de recomeçar e de sonhar para que surja em nós uma vida esperançada.

 

Ainda dá para recomeçar e ainda há muito para se sonhar, por isso pergunto-te: que medos não farão parte deste teu novo ano? Que caminhos se abrirão neste teu recomeçar?

 

Aproveito para desejar a todos os seguidores e leitores do iMissio um ótimo 20221. Que este novo ano seja repleto de saúde e de oportunidades cheias de vida e de encontro com o outro!

Nasceu em 1994. É estudante do Mestrado Integrado em Psicologia na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. É acólito e catequista. Adora pensar e pôr os outros a pensar. “Porque nem tudo faz sentido...” é o nome do seu blog e da sua primeira obra literária lançada em 2014. Desbrava um caminho de encontro consigo mesmo, com o outro e com Deus. “Minh'alma anseia por mais de Ti. Meu coração só deseja a Ti. Lembro do dia em que Te conheci. A minha vida mudou. A minha vida mudou.”.

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail