O Deus que rola pedras

Crónicas 26 março 2021  •  Tempo de Leitura: 2

O Deus que rola pedras. É este o Deus que Jesus nos apresenta. Aquele que não se cansa enquanto não rolar todas as pedras da nossa vida. Aquele que não se contenta enquanto não retirar tudo o que nos impeça de ver o Dom, a Graça e a Luz de nos sentirmos amados.

 

O Deus que rola pedras. É este mesmo Deus que continua a estar presente nas nossas vidas. Que não deixa que tudo se dê como finalizado. Que não permite que nada, nem ninguém se dê como indigno, pois tem em Si a beleza de conjugar todas as vidas num eterno recomeçar. E é no recomeçar de todos os dias que este Deus vai rolando tantas pedras da nossa existência.

 

O Deus que rola pedras. O Deus que anda comprometido com a nossa vida. Com a nossa singularidade. O Deus que se compadece com o pó e a areia do nosso caminhar e que, por isso, não nos pede um rastejar pela vida, mas um constante reerguer. Um reerguer que nos salve por inteiro. Um reerguer que se reflita na nossa corporeidade e que se torne, desta forma, presença viva e verdadeira da sua Luz.

 

O Deus que rola pedras. O Deus que não quer senão ser amor. E não há nada que o amor não possa. Não há obstáculo algum que o amor não possa demover. Seja ele denominado de pecado. De falha. De incompreensão. De dúvida. De tristeza. De angústia. Não há calhau algum (inclusive nós mesmos) que Ele não possa transformar e dar mais vida.

 

Um Deus que rola pedras para que não fiquemos estagnados perante as sombras do nosso caminhar!

Nasceu em 1994. É estudante do Mestrado Integrado em Psicologia na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. É acólito e catequista. Adora pensar e pôr os outros a pensar. “Porque nem tudo faz sentido...” é o nome do seu blog e da sua primeira obra literária lançada em 2014. Desbrava um caminho de encontro consigo mesmo, com o outro e com Deus. “Minh'alma anseia por mais de Ti. Meu coração só deseja a Ti. Lembro do dia em que Te conheci. A minha vida mudou. A minha vida mudou.”.

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail