1 - 9 de 130 artigos

a sua tag: "Card. Gianfranco Ravasi"

Tempo de Leitura: 2 min

Razões para Acreditar

A porção dos pobres

20 07:05:00 janeiro 2020  •  Leitura: 2 min

«As pessoas santificam as festas: os ricos sentando-se à mesa, os pobres fazendo jejum.» Com a Epifania, a festas natalícias aproximam-se do epílogo. Em todas as religiões, o fazer festa compreende também um aspeto convivial que é expressão da comunhão entre alma e corpo, e das pessoas entre elas.

Tempo de Leitura: 4 min

Razões para Acreditar

As águas de Deus

14 09:06:40 janeiro 2020  •  Leitura: 4 min

Há um elemento natural dominante na cena do Batismo de Jesus: é a água do rio Jordão, que brota de uma nascente no monte Hérmon, na fronteira com o Líbano, atravessa o lago de Tiberíades e percorre a Terra Santa para terminar o seu curso no mar Morto. Parece que as águas do rio não se resignam a mor

Tempo de Leitura: 2 min

Razões para Acreditar

Lugares comuns

13 08:28:47 janeiro 2020  •  Leitura: 2 min

«Todo o pensador que quiser tornar-se orador, todo o homem de espírito e de coração que quiser tornar-se e ser eloquente, mover as massas, dominar as assembleias, agitar os impérios com a sua palavra, não tem de fazer mais nada a não passar da região das ideias ao território dos lugares comuns.»

Tempo de Leitura: 5 min

Liturgia

Ouro, incenso e mirra: O que diz a Bíblia, a poesia e a cultura

04 22:39:53 janeiro 2020  •  Leitura: 5 min

«Os caminhos enlameados … os camelos em pústulas, os cascos em chaga … Momentos houve em que chorámos os palácios de verão sobre os penhascos, os terraços, e as sedosas meninas que sorvetes nos serviam…» Assim o famoso poeta Thomas S. Eliot canta, numa sua poesia de 1927, a viagem dos magos do dista

Tempo de Leitura: 2 min

Razões para Acreditar

Desejo de Natal

24 20:07:58 dezembro 2019  •  Leitura: 2 min

«No termo da estrada não está a estrada, mas a meta. No termo da escalada não está a escalada, mas o cume. No termo da noite não está a noite, mas a aurora. No termo do inverno não está o inverno, mas a primavera. No termo da morte não está a morte, mas a vida. No termo da humanidade não está o home

Tempo de Leitura: 2 min

Razões para Acreditar

À porta de casa

25 09:30:48 outubro 2019  •  Leitura: 2 min

Comoveu-me um pouco o testemunho de uma senhora idosa que me contava a tristeza dos seus domingos: «Estou junto ao telefone com a subtil esperança que toque, porque, se assim fosse, quereria dizer que ainda há alguém que se lembra de mim».

Tempo de Leitura: 2 min

Razões para Acreditar

Os desertos

16 07:05:00 outubro 2019  •  Leitura: 2 min

«Há muitas formas de deserto. Há o deserto da pobreza, o deserto da fome e da sede, há o deserto do abandono, da solidão, do amor destruído. Há o deserto da obscuridade de Deus, do esvaziamento das almas que deixaram de ter consciência da dignidade e do caminho do ser humano. Os desertos exteriores

Tempo de Leitura: 2 min

Razões para Acreditar

O risco dos riscos

15 08:22:44 outubro 2019  •  Leitura: 2 min

«A esperança é uma determinação heroica da alma. A mais alta forma da esperança é o desespero vencido. A esperança é o risco a correr. É, aliás, o risco dos riscos.»

Tempo de Leitura: 13 min

Razões para Acreditar

Respirar, pensar, lutar, amar: os verbos da oração

08 05:23:05 outubro 2019  •  Leitura: 13 min

Com uma certa liberdade filológica, Giacomo Leopardi, no seu "Zibaldone"(1817-1832) associava o verbo «meditar» ao termo latino "medeor", «medicar»: seria, portanto, uma espécie de medicina da alma. É certo que a meditação orante constitui uma necessidade da fé; tanto é assim que a oração constitui

    Subscrever Newsletter

    Receba os artigos no seu e-mail