1 - 9 de 110 artigos

Emanuel António Dias

Nasceu em 1994. É estudante do Mestrado Integrado em Psicologia na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. É acólito e catequista. Adora pensar e pôr os outros a pensar. “Porque nem tudo faz sentido...” é o nome do seu blog e da sua primeira obra literária lançada em 2014. Desbrava um caminho de encontro consigo mesmo, com o outro e com Deus. “Minh'alma anseia por mais de Ti. Meu coração só deseja a Ti. Lembro do dia em que Te conheci. A minha vida mudou. A minha vida mudou.”.

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Não nos podemos deixar terminar!

17 08:04:49 maio 2019  •  Leitura: 2 min

Não nos podemos deixar terminar quando o fim ainda não teve a última palavra. Não nos podemos deixar terminar quando ainda temos, na mochila da nossa vida, tanto para entregar e apresentar na mesa do altar.

Crónicas 17 08:04:49 maio 2019

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Há sempre alguém que nos sacia!

10 07:00:00 maio 2019  •  Leitura: 2 min

Há sempre alguém que nos sacia. Existe, na vida de todos os dias, quem se preocupe com a nossa fome. Essa fome de querermos chegar mais longe. Essa fome que nos deixa vazios e sem vontade. Essa fome que não desaparece com o alimento quotidiano, mas somente com o pão que se parte e se reparte na mesa

Crónicas 10 07:00:00 maio 2019

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Ainda está para vir o dia!

03 08:07:07 maio 2019  •  Leitura: 2 min

Ainda está para vir o dia. O dia em que nos demoraremos mais um pouco numa atenção desmedida e cuidada para com o outro. Está para chegar a manhã das nossas vidas como sinal de uma nova era, onde as nossas escuridões não terão comando sobre o leme da nossa existência. Está para chegar a tarde onde n

Crónicas 03 08:07:07 maio 2019

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Ainda há quem não se salve

26 08:13:20 abril 2019  •  Leitura: 2 min

Ainda há quem não se salve. Há quem se esconda por trás de tantos e tantas, não como refúgio, mas como forma de salvar os outros. Existe quem ainda percorra cantos e recantos à procura de resgatar mais vidas para a vida. Há quem se dê por inteiro e se reparta em pedaços para que muitos se possam com

Crónicas 26 08:13:20 abril 2019

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Um dia houve alguém que nos olhou

19 09:23:33 abril 2019  •  Leitura: 2 min

Um dia houve alguém que nos olhou. Olhou-nos de cima a baixo. Rompeu-nos a nossa vida com o Seu olhar que em nada condena. Deu a possibilidade de que muitos e muitas sentissem o poder de uma troca de olhares. Ergueu vidas despedaçadas simplesmente com a ternura do Seu olhar. 

Crónicas 19 09:23:33 abril 2019

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Um dia houve alguém que nos libertou!

12 10:06:19 abril 2019  •  Leitura: 2 min

Um dia houve alguém que nos libertou. Largou-nos das leis e dos moralismos e deu-nos a conhecer o amor. Conduziu-nos radicalmente por entre vias rápidas de extrema humanidade e deu-nos a certeza de que o caminho não se faz por entre julgamentos, mas sim por verdadeiros acolhimentos.

Crónicas 12 10:06:19 abril 2019

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Há quem festeje a nossa vida

05 07:00:00 abril 2019  •  Leitura: 2 min

Há quem festeje a nossa vida todos os dias. Anda por aí a dar bom nome à nossa existência concedendo a sua Graça de graça. Percorre connosco os caminhos das nossas dúvidas e das nossas dores e fortalece-nos com a sua presença reconfortadora e cheia de vida.

Crónicas 05 07:00:00 abril 2019

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Compadeceu-Se...

29 08:12:19 março 2019  •  Leitura: 2 min

O Filho do Homem deixou-Se e deixa-Se compadecer. Corria-Lhe, nas veias da Sua vida, a compaixão, por isso é que no Seu coração só cabia um Deus que fosse Pai. Um Deus que fosse misericordioso e compassivo. E tudo isto se reflete na Palavra que Lhe vinha à boca. A Palavra por Si proclamada era matur

Crónicas 29 08:12:19 março 2019

Tempo de Leitura: 2 min

Crónicas

Pescadores de Homens

22 08:08:50 março 2019  •  Leitura: 2 min

Não deixa de ser interessante e até extremamente cativante esta frase proferida por Jesus a Simão Pedro e ao seu irmão André. Depois de sair do deserto, Jesus quis caminhar pelos mares da nossa vida. E para isso inventou uma nova arte. A arte de cativar tudo e todos com o isco do amor. A arte de con

Crónicas 22 08:08:50 março 2019

    Subscrever Newsletter

    Receba os artigos no seu e-mail