Magazine iMissio nº 5: «Seja o que Deus quiser»

Magazine iMissio 03 janeiro 2018  •  Tempo de Leitura: 1 min

«Seja o que Deus quiser». Expressão usada por crentes e não crentes. Expressão usada por nada e quase Tudo. Expressão passada, crença professada, ainda hoje pronunciada. Certeza do Todo! Confissão de um ser maior, de uma coisa, fé(sada)!

 

Que significado lhe atribuímos? Que confiança ou desconfiança é esta que pomos nas mãos de um ser exterior? Fará sentido continuar a usar? Porque a usas? E tu, que pensas de quem a usa? 

 

O Paulo Vasconcelos começa a sua crónica desta maneira «uma expressão cada vez mais em desuso, fruto de uma sociedade portuguesa que ainda não conseguiu lidar bem com a questão de Deus em praça pública, procurando escondê-l’O do debate e até da linguagem». A Sónia Oliveira afirma que «todos queremos ‘ser pontes’! Mas todos sabemos que, por vezes, somos margem que precisa de ser unida». 

 

Boa leitura. 

 

 

Descarregar em PDF

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail