Ser missionário é ser família

Crónicas 19 agosto 2019  •  Tempo de Leitura: 2 min

Todos os dias tem potencial para ser mágicos e maravilhosos. Todos os dias têm em si algo de extraordinário para mostrar-nos, para ensinar-nos. Odesafio é vermos para além do óbvio, acreditarmos para além do inimaginável, sonharmos para além da realidade. É fácil e simples olhar o mundo, as pessoas, realidades e acontecimentos a nu, a cru e pensar: é assim que está, é assim que vai ficar”. Ser missionário é sonhar, é ver mais além. É acreditar. É acreditar no impossível. Sonhar o improvável. É confiar que vai ficar tudo bem, que vai dar certo. É caminhar todos os dias para tornar essa confiança uma realidade.

 

Neste caminho como missionária aprendi a amar e mais importante a deixar-me ser amada. Aprendi a paz, a serenidade e a alegria. Ser missionária é ser mensageira do amor e da paz. Ser missionária é levar amor, paz e alegria onde quer que vás. É levar a Deus onde quer que vás. Ser missionária é semear paz e amor. Ser missionária não é só sonhar com um mundo de paz é vê-lo um pouco concretizado em ti e em cada pessoa com que cruza o teu caminho.

 

Fácil é olhar o mundo e baixar os braços. Fácil é ver alguém errar, uma vez, outra vez e outra vez. Difícil é acreditar que vai aprender. Não há primeira. Talvez não à segunda, nem à terceira. Mas ir. E confiar. E acreditar. Esonhar com a força da natureza e do universo. Acreditarcom a força que faz acontecer. Ser missionário não é fácil. Nem é de muitos. É dos que acreditam nas pessoas de tal forma que as incentivam e impulsam a seguir em frente. Ser missionário é ser pessoa, por isso todos somos. Omissionário sente, olha e abraça. O missionário é aquele que ao olhar o mundo vê a sua família. É aquele que ao olhar o outro vê um irmão, uma irmã, uma mãe, uma avó. Os missionários são todos os que reconhecem que o amor,só o amor nos torna irmãos, nos torna iguais e por isso olha a cada pessoa como uma extensão de si mesmo.

Paula Ascenção

Cronista

Leiga Missionária Comboniana por vocação. Gerontóloga de profissão. Nasci do amor e fiz d’Ele o meu caminho e missão. O meu lema de vida é “Ama e farás o que quiseres”. Peregrina de mim, viajante da vida, do mundo e das pessoas. Levo o coração como bússola e o amor de Deus como mapa no bolso de trás.

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail