Assunção da Virgem Santa Maria

Crónicas 14 agosto 2019  •  Tempo de Leitura: 4 min

Ir pelo mundo à descoberta de algo novo, quantas vezes, do nosso interior, é aventura e condição humana.
Ir à praia ou ao campo, a um país diferente, é alargar os nossos horizontes.
Ir ao encontro de alguém é demonstrar amor por esse Ser Humano.
Precisamos de todos estes “ingredientes” (e muitos mais) para que a nossa vida tenha mais sabor e um sentido pleno!
Eu e tu queremos ser sal e pimenta; ser eira com beira; ser início e fim.

 

Para que a nossa felicidade nasça…
«Apareceu no Céu um sinal grandioso:
uma mulher revestida de sol, com a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça.»
Para que a perfeição não fique muito longe da nossa realidade…
«À vossa direita, Senhor, a Rainha do Céu, ornada do ouro mais fino.»
Para que haja mais Amor neste pedacinho de mundo onde a nossa presença é imposta…
«Depois será o fim, quando Cristo entregar o reino a Deus seu Pai
depois de ter aniquilado toda a soberania, autoridade e poder.»
idealizamos sinais… procuramos certezas nas palavras que cantamos… defendemos as decisões que tomamos…

 

Hoje, a liturgia vem ao nosso encontro com um regaço que nos acolhe,
com os braços abertos repletos de Esperança,
com um sorriso nos lábios que nos faz sorrir!
As Palavras de Isabel, Prima de Maria:
«Na verdade, logo que chegou aos meus ouvidos
a voz da tua saudação,
o menino exultou de alegria no meu seio.
Bem-aventurada aquela que acreditou
no cumprimento de tudo quanto lhe foi dito
da parte do Senhor».
são o despertar da nossa Fé na humildade infinita do “IR” para SER…
Ser o porto de abrigo, a sombra no pico do sol,
o Serviço belo e silencioso de quem ama sem esperar ser amada!

 

Vamos?
Vens comigo ao encontro do outro, para dar o entusiasmo da Fé de Maria Nossa Mãe?
Vens comigo para que todos os meninos, todas as vidas, exultem com uma felicidade intensa?
Levamos no rosto a cor de um pão fofinho que sacia a fome daqueles que largam lágrimas,
porque não querem cumprir a vontade do Senhor, Nosso Deus!
Levamos nos pés a força de subir montanhas, descalços, para que o frio aqueça a Alma
e a dureza do caminho, enterneça o nosso coração!

 

Esta Mariazita que fez o Deus do Amor semear a misericórdia e o perdão pelo mundo inteiro,
é o modelo mais fiel e profundo do Ser interior que podemos fazer desabrochar dentro de cada um de nós!
Queres saber tudo o que és capaz de fazer? Imita a Virgem Maria!
Queres alargar os teus horizontes? Caminha com a Virgem Maria!
Queres ser verdadeiramente amado? Ama ao jeito de Maria!
Assim, entenderás o porquê que o Filho fez com que a Mãe fosse Assumpta ao Céu…
e não estremeças na Fé que Maria semeou no teu peito, para que a Palavra do Seu Filho fosse vida em TI!

 

Que a vontade de Ser Bem-Aventurado no mundo, te faça ir ao encontro de aventuras sem fim!
Não desistas… não desesperes… não fiques preso ao que ainda não aconteceu…
Vai sem medo! Nossa Senhora estará terna e eternamente a interceder por ti!

Liliana Dinis

Cronista Litúrgica

Liliana Dinis. Gosta de escrever, de partilhar ideias, de discutir metas e lançar desafios! Sem música sente-se incompleta e a sua fonte inspiradora é uma frase da Santa Madre Teresa de Calcutá: “Sou apenas um lápis na mão de Deus!”
Viver ao jeito do Messias é o maior desafio que gosta de lançar e não quer esquecer as Palavras de S. Paulo em 1 Cor 9 16-18:
«Porque, se eu anuncio o Evangelho, não é para mim motivo de glória, é antes uma obrigação que me foi imposta: ai de mim, se eu não evangelizar. (…) Qual é, portanto, a minha recompensa? É que, pregando o Evangelho, eu faço-o gratuitamente, sem me fazer valer dos direitos que o seu anúncio me confere.»

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail