XIV TC: «…nada poderá causar-vos dano.» - Ano C

Crónicas 06 julho 2019  •  Tempo de Leitura: 4 min

Protecção… Expressão corriqueira do povo é: “Ter as costas forradas!”
Protecção… Forma de fazer com que alguém se sinta capaz daquele salto de avião, para o meio do nada!
Protecção… Abrigo, espaço onde queremos permanecer para sempre, como por exemplo: o colo da mãe!
Não há quem não queira sentir-se em segurança total.
Sentir que está protegido e, num momento qualquer de consternação,
de indecisão, de desequilibro, de luta contra a maré…
até o humilde ar que respiramos é capaz
de nos dar força e coragem para prosseguirmos,
porque temos confiança Nesse Alguém que vem em nosso auxílio!

 

«Como a mãe que anima o seu filho, também Eu vos confortarei:
em Jerusalém sereis consolados.»
Que nunca nos falte o conforto nem o consolo do amor da mãe!
«Todos os que temeis a Deus, vinde e ouvi, vou narrar-vos quanto Ele fez por mim.
Bendito seja Deus que não rejeitou a minha prece, nem me retirou a sua misericórdia.»
Que nunca nos falte a certeza de que a Misericórdia Divina irá, ternamente, acolher-nos!
«…a cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.»
Que nunca nos falte a alegria da redenção que nos é apresentada pela Cruz de Cristo!
E… será edificada a Paz no coração de cada um de nós, na minha e na tua Cidade Santa,
que faz germinar a boa semente da Palavra de Deus!

 

Hoje, a liturgia do 14º domingo do Tempo Comum, orienta os nossos passos:
«Eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos.»
Faz com que o caminho seja leve e liberta-nos de tudo o que nos possa desorientar:
«Não leveis bolsa nem alforge nem sandálias, nem vos demoreis a saudar alguém pelo caminho.»
Desperta em cada um de nós os valores mais altos que fazem a humanidade crescer:
«‘Paz a esta casa’. E se lá houver gente de paz, a vossa paz repousará sobre eles; senão, ficará convosco.»
Incute no teu e no meu coração o Amor ao próximo e o consolo nos dias mais tristes,
com o anúncio da Boa Nova:
«…curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: ‘Está perto de vós o reino de Deus’.»
E O Mestre dá-nos a certeza de que o Senhor está connosco, protege-nos e quer a nossa alegria:
«…não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem;
alegrai-vos antes porque os vossos nomes estão escritos nos Céus».

 

Temer viver a Cruz é negar o projeto de Deus!
É afastar-se do propósito desta vida que o Senhor, Nosso Pai, desenha cuidadosamente na nossa Alma.
O que sabemos sobre os desígnios de Deus?
Apenas, o que nos é revelado e concretizado na Boa Nova (Evangelho) do Cristo Jesus.
Já pensaste se aqueles que viveram com O Mestre guardassem para eles todo o conhecimento adquirido?
A Esperança que hoje nos alegra o peito, não teria chegado até nós…
Hoje, é o teu tempo de Ser enviado.
Hoje, é a tua missão: Ser Apóstolo, Ser Evangelizador,
Ser Palavra de Deus realizada e concretizada nas atitudes do dia-a-dia.
Hoje, o professor és tu que és pai de alguém e tens de Ser carinho partilhado na tua família!
És tu que és amigo de alguém e tens de Ser bom Conselho na escola ou no trabalho; na estrada ou no café!
És tu quem comanda a vida e o Senhor envia-te a TI e protege-te contra tudo e todos. É o teu paraquedas!
Não fujas à Missão: «A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos.»
Vem… há lugar para todos! Aceita e ocupa o teu! Aqui, na messe do Pai, estás protegido!

Liliana Dinis

Cronista Litúrgica

Liliana Dinis. Gosta de escrever, de partilhar ideias, de discutir metas e lançar desafios! Sem música sente-se incompleta e a sua fonte inspiradora é uma frase da Santa Madre Teresa de Calcutá: “Sou apenas um lápis na mão de Deus!”
Viver ao jeito do Messias é o maior desafio que gosta de lançar e não quer esquecer as Palavras de S. Paulo em 1 Cor 9 16-18:
«Porque, se eu anuncio o Evangelho, não é para mim motivo de glória, é antes uma obrigação que me foi imposta: ai de mim, se eu não evangelizar. (…) Qual é, portanto, a minha recompensa? É que, pregando o Evangelho, eu faço-o gratuitamente, sem me fazer valer dos direitos que o seu anúncio me confere.»

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail