Sê tu

Crónicas 24 junho 2019  •  Tempo de Leitura: 2 min

Confiando chegaremos a mais altos horizontes. Uma vez uma professora contou-me a história de uma girafa, uma avestruz e uma águia que foram a aprender a voar mas somente a águia conseguiu passar ao teste com sucesso. Assim aprendi a importância de não avaliar a inteligência de uma avestruz pela sua capacidade de voo. A verdade é quantos de nós estamos a avaliar-nos, a julgar-nos por coisas em que não somos tão bons? Quantos de nós nos pensamos ser de menos por sermos menos capazes de fazer tal coisa ou cumprir tal tarefa? Não seremos também nós a avestruz a ser avaliada pela sua capacidade de voar?

 

Confiemos. Confiemos que podemos voar. Não como os outros. Mas que podemos fazê-lo à nossa maneira. Não queiramos ser iguais. Amemo-nos na nossa diferença. Amemo-nos na nossa irreverência e na nossa peculiaridade de ser. Deixemos de nos julgar pelas incapacidades e procuremos amar-nos pelas nossas habilidades únicas e irrepetíveis. Há em cada um de nós algo de único, maravilhoso, diferente e especial. Esse é o teu superpoder. “Não estamos no mundo apenas para existir. A todos nós foi cada a capacidade de fazer algo maravilhoso” (Madre Teresa de Calcutá) nem todos serão capazes de voar. Nem todos serão capazes de correr. Nem todos serão altos o suficiente para ver mais além. Não somos todos iguais e é precisamente isso que nos faz especiais.

 

Confia e voarás. Repito-me eu desde há muito tempo ainda que não seja capaz de voar realmente fui capaz de ir para lá do horizonte. Ainda que e apesar de cheguei até aqui. Todos somos vasos de barro. Todos já nos sentimos incompletos, imperfeitos e incapazes. Saibamos compreender que talvez apenas não estejamos no nosso lugar. Talvez simplesmente ainda não tenhamos chegado aonde nos esperam. Simplesmente ainda não caminhamos para ser, simplesmente ser. Assim amar e descobrir a felicidade. Essa que não é um estado mas um tracejado.

 

Há um lugar especial que só tu conheces. Uma capacidade especial que só tu tens. Algo único que só tu sabes fazer. Descobri-lo-ás quando deixares de fazer para ser. Sê tu. Ser tu é o teu maior tesouro e o teu maior superpoder. Não há ninguém como tu.

Paula Ascenção

Cronista

Leiga Missionária Comboniana por vocação. Gerontóloga de profissão. Nasci do amor e fiz d’Ele o meu caminho e missão. O meu lema de vida é “Ama e farás o que quiseres”. Peregrina de mim, viajante da vida, do mundo e das pessoas. Levo o coração como bússola e o amor de Deus como mapa no bolso de trás.

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail