Quinze gestos de caridade de que nos esquecemos com frequência

Crónicas 06 março 2019  •  Tempo de Leitura: 2 min

“[Deus] interessa-Se por cada um de nós; o Seu amor impede-O de ser indiferente ao que nos acontece”. Papa Francisco
 

Aproxima-se a quaresma e, acolhendo as palavras do Papa Francisco para este ano, quisemos fazer uma compilação de gestos simples de caridade que muitas vezes não valorizamos mas que, na sua simplicidade, são manifestações concretas do amor de Deus. Um coração que se encontra com Ele não pode permanecer indiferente aos que consigo se cruzam. Não deixemos que os outros vivam sem o nosso sorriso, a nossa alegria, sem a esperança que vem de Cristo! O mundo precisa disso.
 

Assim, para viver este testemunho de caridade é indispensável o encontro com o Senhor que transforma o coração e o olhar do Homem. Na verdade, é o testemunho do amor de Deus perante cada um dos nossos irmãos em humanidade que dá o verdadeiro sentido à caridade cristã. Esta não se pode reduzir a um simples humanismo ou a uma forma de promoção humana. A ajuda material, ainda que seja verdadeiramente necessária, não é tudo. A caridade é a participação no amor de Cristo, recebido e partilhado. Todas as obras de caridade são autênticas se, assim, forem uma manifestação concreta do amor de Deus pelos homens e é através dele que se anuncia o Evangelho. Que neste tempo quaresmal, os gestos de caridade, cumpridos generosamente, permitam a cada um avançar no caminho até Cristo, que não deixa nunca de ir ao encontro dos homens! [Bento XVI]

 

Para votar no gesto com que te comprometes, clica no botão da esquerda.  

 

 

 

[Trabalho de Luisa Restrepo | ©catholic-link | Tradução Marta Arrais, iMissio]

Bento Oliveira

Coordenador iMissio.

Pai. Licenciado em Ciências Religiosas. Professor de EMRC. Gosta de pensar e evangelizar nas redes! O trabalho em equipa é o presente da pastoral.

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail