III TC: «O Espírito do Senhor está sobre mim…» - Ano C

Crónicas 26 janeiro 2019  •  Tempo de Leitura: 4 min

Compreender… como eu queria compreender tudo o que acontece pelo mundo.
Compreender… abrir as portas da mente e tudo o que entra, sai totalmente processado e para o bem de todos!
Compreender… que sem cada um de nós não há vida, não há alegria, não há prazer, não há entendimento!
Compreender… que a mente ama o entendimento, a razão, e o coração o desconhecido, o sentimento!

 

É impossível enumerar a capacidade humana de entender a mesma situação, mas depende do rosto que a envolve…
a mesma situação, mas depende do local onde foi desenrolada…
a mesma situação, mas depende do ano em que foi descoberta…
a mesma situação, mas depende de quem assistiu e de quem a contou…
e… vivemos de pormenores que não há quem compreenda, mas que fazem toda a diferença.

 

Viver como Deus quer” é uma frase feita para todos os Baptizados, mas será que eu, baptizada, sei o que Deus quer?
«Ide para vossas casas, comei uma boa refeição, tomai bebidas doces e
reparti com aqueles que não têm nada preparado.
Hoje é um dia consagrado a nosso Senhor; portanto, não vos entristeçais,
porque a alegria do Senhor é a vossa fortaleza».
Todos somos iguais” é uma máxima que nos faz sonhar, mas será que a queremos viver?
«…se um membro sofre, todos os membros sofrem com ele;
se um membro é honrado, todos os membros se alegram com ele.»
Deus quer, o homem sonha e a obra nasce” já dizia o nosso Pessoa,
mas será que queremos realizar (concretizar e erguer) a Palavra do Pai?
«As vossas palavras, Senhor, são espírito e vida.»
Dissertações… palavras soltas ao vento, para que a terra do coração humano as acolha e, o Espírito as faça crescer!

 

Na Liturgia do 3º domingo do Tempo Comum, do ano C, S. Lucas escreve para cada um de nós, «ilustre Teófilo»
para que a compreensão entre em nós e o entendimento da Palavra de Deus seja nítido e claro como água!
Mas… Quem conhece todos os gestos do Filho, do Messias?
«Estavam fixos em Jesus os olhos de toda a sinagoga.»
Onde está o nosso olhar?
Como podemos ir ao encontro da compreensão, se os olhos não conhecem o caminho?
Como podemos fazer crescer o Reino de Deus, se as mãos não sabem acariciar toda a humanidade?
Como podemos Ser Membros do mesmo Corpo, desta Igreja Una e Santa, se as palavras não possuem força, nem Fé?

 

Qual dos teus dedos queres cortar?
Qual dos teus órgãos queres doar?
Qual dos teus sentidos queres perder?
Qual dos teus amigos queres que se afaste de ti?
Qual dos teus familiares queres que parta?
Todos e tudo é importante, porque TU és um Todo e um Tudo e se permitires que o Santo Espírito habite em ti:
«Cumprir-se-á nesse momento esta passagem da Escritura que acabais de ouvir».

 

Que a nossa compreensão da Palavra de Deus
passe pela forma simples das nossas atitudes no mundo, ao jeito de Jesus,
que «entrou na sinagoga a um sábado e levantou-Se para fazer a leitura.» 
Não te afastes da Tua missão na Igreja.
Não te afastes dos preceitos, que conheces desde o berço, e que acrescem alegria e júbilo ao teu dia.
Não te afastes do ar que alimenta o teu coração,
e faz pulsar o sangue do irmão que te admira pela tua Fé, pela tua Caridade e pela tua Esperança…
Não te afastes de mim…

 

Vem «proclamar a redenção aos cativos e a vista aos cegos…»
Vem«… restituir a liberdade aos oprimidos…»
Vem«… abrir o livro!»
Vem compreender a Tua Missão!
Vem Amar… Serás Amor!

Liliana Dinis

Cronista Litúrgica

Liliana Dinis. Gosta de escrever, de partilhar ideias, de discutir metas e lançar desafios! Sem música sente-se incompleta e a sua fonte inspiradora é uma frase da Santa Madre Teresa de Calcutá: “Sou apenas um lápis na mão de Deus!”
Viver ao jeito do Messias é o maior desafio que gosta de lançar e não quer esquecer as Palavras de S. Paulo em 1 Cor 9 16-18:
«Porque, se eu anuncio o Evangelho, não é para mim motivo de glória, é antes uma obrigação que me foi imposta: ai de mim, se eu não evangelizar. (…) Qual é, portanto, a minha recompensa? É que, pregando o Evangelho, eu faço-o gratuitamente, sem me fazer valer dos direitos que o seu anúncio me confere.»

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail