Nasce de novo!...

Crónicas 20 dezembro 2018  •  Tempo de Leitura: 1 min

Em nome das mães que velam por seus filhos noite dentro,

sentadas à cabeceira da cama para dar alento;

Em nome das crianças que são maltratadas, violadas, vendidas

e crescem sem um ninho onde se sintam acolhidas;

Em nome das mulheres prostituídas, traficadas

e que são feridas na sua dignidade;

Em nome dos homens explorados no trabalho,

com horários pesados e pouco remunerados;

Em nome dos que passam fome e que ao relento dormem;

Em nome dos refugiados e imigrantes, que partem para terras tão distantes;

Em nome de todos os que não têm um teto para viver

nem uma lareira para se aquecer;

Em nome dos idosos abandonados e sozinhos

que não têm o sorriso nem dos seus vizinhos;

Em nome dos doentes mentais gozados e banidos,

que são tantas vezes escondidos;

Em nome dos que fazem do dinheiro o seu trono,

como se do mundo fossem donos;

Em nome dos povos que vivem em guerra,

destruição e luta que tudo lhes leva;

Em nome dos que vivem aflições

e andam sem esperança nos corações;

Em nome dos que perderam entes queridos,

e no processo de luto ficam perdidos;

Em nome da mãe natureza maltratada,

que se vê em tantos sítios desfigurada;

Em nome do cosmos que habitas,

e onde dele quiseste fazer participar o Homem, em quem acreditas:

 

Nasce de novo, Filho de Deus,

e traz o verdadeiro Amor àqueles que são os teus!

Cristina Duarte

Cronista

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail