Existe novidade em Deus?

Crónicas 12 outubro 2018  •  Tempo de Leitura: 2 min

Existe novidade em Deus? Existe novidade para cativar os jovens? Existe novidade naquilo a que temos a propor ao mundo? 


Pois bem, caros leitores, estejamos todos descansados, pois existe, efetivamente, novidade em Deus. A sua mensagem será atual para hoje e para todos os dias que virão, porque a forma como Jesus Cristo nos apresenta o Seu Pai faz com que a Sua mensagem nunca se envelheça. Afinal de contas é um Deus que é Pai com entranhas de mãe. Há ou não há novidade quando se fala de Deus desta forma? Há ou não há vontade de conhecer um Deus que quer ser Pai com um amor tão maternal? 

 

A novidade que temos a apresentar aos jovens e ao mundo é a proximidade deste Deus e o Seu amor desmedido por todos nós. Repito, por todos nós: santos e pecadores, perfeitos e imperfeitos, homens e mulheres. É a novidade de um Deus que se faz próximo gostando especialmente de todos. 

 

A forma como Jesus dá a conhecer o Seu Pai é para sempre revelador. É para sempre tamanha novidade, pois surge neste Deus a certeza de um Pai que está todos os dias da nossa vida. Surge, através de Jesus Cristo, a certeza de um Pai que só se contenta com a presença de todos fazendo de tudo para que ninguém se isole, para que ninguém viva em plena solidão dando assim a possibilidade de viverem em comunhão com a Sua misericórdia e com a Sua paixão. 

 

A novidade deste Deus está sempre presente e disposta a dar-se ao mundo. A novidade deste Deus, revelado em Jesus Cristo, manifesta-se todas as vezes em que somos capazes de colocar em prática o amor que Ele próprio nos dá. 

 

Esta novidade é a prova mais do que provada de que Deus não está morto, de que Deus não deixou de respirar e que nunca deixou de estar junto de todos aqueles que se deixam encontrar. 

 

Deus é intemporal. Deus é inteiramente novo e será para sempre novidade para o mundo, pois não haverá em parte alguma amor tão grande. 

 

Em Deus haverá sempre novidade, porque Ele mesmo é a novidade que tanto precisamos nas nossas vidas!

Nasceu em 1994. É estudante do Mestrado Integrado em Psicologia na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. É acólito e catequista. Adora pensar e pôr os outros a pensar. “Porque nem tudo faz sentido...” é o nome do seu blog e da sua primeira obra literária lançada em 2014. Desbrava um caminho de encontro consigo mesmo, com o outro e com Deus. “Minh'alma anseia por mais de Ti. Meu coração só deseja a Ti. Lembro do dia em que Te conheci. A minha vida mudou. A minha vida mudou.”.

Subscrever Newsletter

Receba os artigos no seu e-mail